APP recomenda cuidados especiais com os pés no verão

/, Saúde/APP recomenda cuidados especiais com os pés no verão

Os pés encontram-se fechados durante dois terços da nossa vida, daí a pouca importância que lhes damos. No verão, a preocupação com o pé é maior devido à sua exposição mas continuam a não haver, contudo, os necessários “cuidados especiais” que, por vezes, conduzem ao aumento do número de patologias nos membros inferiores.

O aumento da temperatura, o excesso de transpiração, o calçado aberto ou a ausência dele nas praias e zonas de banho, são o motivo para o aparecimento de algumas doenças típicas de verão”, alerta a Associação Portuguesa de Podologia.

A xerose cutânea (pele seca) é uma das principais complicações de verão devido à exposição dos pés ao ar e ao calor, às areias e ao excesso de transpiração e à permanência excessiva dentro de água, nas praias ou piscinas. Esta patologia provoca, como realça a APP, “uma pele seca, por vezes áspera e com fissuras nas zonas da planta dos pés e nos calcanhares”. A colocação de protetor solar no dorso e nos dedos dos pés é, por isso, um gesto indispensável quando as pessoas estão expostas ao sol, de forma a evitar queimaduras e prevenir o cancro da pele.

Nesta altura do ano, as infeções dermatológicas são também muito frequentes, pela vulnerabilidade da pele seca e fissurada e pelo contacto com zonas contaminadas, como espaços de acesso a piscinas, bares de praia e casas de banho ou chuveiros. “As infeções podem ser provocadas por diversos micro-organismos, nomeadamente bactérias, fungos e vírus. O aparecimento de dermatomicoses, panarícios, verrugas plantares entre outras patologias nos pés, são frequentes”, acrescenta a APP, considerando que “o cuidado preventivo é fundamental” e que o “diagnóstico precoce e tratamento especializado pelo podologista são determinantes para o sucesso da recuperação”

Os pés, como alicerce do nosso organismo, necessitam de cuidados diários específicos, fundamentais para permitir um melhor estado geral de saúde do indivíduo, funcionalidade e estabilidade do pé e da marcha”, realça,.

Lavar os pés diariamente com um sabão de pH neutro, promover uma secagem eficaz sem fricção, aplicar um creme hidratante e não andar descalço em locais públicos são algumas das recomendações.