Biblioteca itinerante distribui livros pela população de Penacova

/, Região/Biblioteca itinerante distribui livros pela população de Penacova

Chama-se “Biblio_e_cidadani@” e vai circular por 96 povoações das oito freguesias do concelho de Penacova, carregado de livros, revistas mas também cd’s e dvd’s. Inaugurada na passada quinta feira, feriado do Dia da Implantação da República, esta biblioteca itinerante aproxima a cultura das pessoas, promovendo a leitura ao mesmo tempo que combate o isolamento e a solidão.

Promovido pela Biblioteca Municipal de Penacova, este novo serviço vai “calcorrear terras e gentes diferentes todos os dias”, em itinerários diversos que vão levar a cultura a todo o concelho, de forma próxima e regular, promovendo também o convívio e a amizade.

De acordo com a autarquia, o percurso inicial abrange 96 aldeias, quatro escolas primárias (Aveleira, Lorvão, Figueira de Lorvão e Seixo), quatro jardins de infância (Aveleira, S. Mamede, Miro e Sazes de Lorvão) e Instituições Particulares de Solidariedade Social, divididos por 16 itinerários.

Estes percursos serão moldados de acordo com a realidade quotidiana até chegar a um percurso de excelência. Aldeias com população bastante envelhecida, muita dela sem saber ler e escrever. Para além da promoção do livro e da leitura e do livre acesso à informação/conhecimento, procuraremos ter uma dimensão de combate à solidão e ao isolamento”, explica a Câmara de Penacova, presidida por Humberto Oliveira, adiantando que esse combate é feito através da presença junto das populações, a “escutá-las, ouvi-las, conversar, contar, mas essencialmente estar com elas”. A autarquia pretende, no fundo, “recolher as memórias das ‘enciclopédias vivas’ do concelho de Penacova, para não se desvanecerem e constarem no Arquivo de Património Cultural Imaterial”.

Serviço vai ajudar munícipes a resolver burocracias

Para além de transportar livros e cultura, o “Biblio_e_cidadani@” vai incorporar ainda uma nova função, permitindo que os municípes possam tratar aí de diversos assuntos burocráticos sem terem que se deslocar à sede de concelho.

A pensar na população mais idosa, a autarquia pretende que este novo equipamento forneça também um serviço “pay shop”, de forma a que as pessoas possam proceder ao pagamento de faturas da EDP, telefone, carregamento de telemóveis, entre outros serviços.

Numa aposta inclusiva, a carrinha assegura também fácil acesso a todos, estando dotada de uma rampa de acesso.

Consideramos que este serviço de aproximação da Câmara Municipal ao munícipe ainda poderá sofrer alguns ajustes, mediante as necessidade de quem nos procura, até chegar a um serviço de excelência”, realça a autarquia.