Fausto Correia: 10 anos de saudade

/, Coimbra/Fausto Correia: 10 anos de saudade

Assinalou-se na segunda feira o 10.º aniversário da morte de Fausto Correia. O antigo Diretor de “O Despertar” faleceu no dia 9 de outubro de 2007, em Bruxelas, onde era deputado pelo Partido Socialista (PS) ao Parlamento Europeu.

Traído” pelo seu grande coração, Fausto Correia partiu quando tinha apenas 55 anos e quando tinha ainda tanto a dar a todas as causas que sempre abraçou, seja na política, no jornalismo, no desporto ou apenas enquanto cidadão solidário, que se mostrou sempre disponível para apoiar quem precisava de ajuda.

No dia em que se completou o 10.º aniversário sobre a sua morte, Fausto Correia foi recordado pela Federação Distrital do PS com uma homenagem simbólica no cemitério de Santo António dos Olivais, onde foi depositada uma coroa de flores e evocada a sua memória, na presença de familiares e de muitos amigos, cidadãos, dirigentes e militantes do PS.

Com uma vida ativa e intensa em várias áreas a que se dedicou, como a política, o jornalismo, o desporto, o associativismo, entre outras, era um homem carismático, presente e amigo do seu amigo. Foi, também, uma personalidade muito relevante e marcante para Coimbra e para as suas populações”, recorda a Federação Distrital do PS, lamentando que tenha partido “demasiado cedo” mas assegurando que não será esquecido.

A viúva Maria de Lurdes Correia agradeceu a presença de tantos amigos e, a “O Despertar”, disse, de forma emocionada, que “é muito bom ver que, decorridos 10 anos, os amigos mantêm este carinho enorme pelo Fausto”. Acompanhada dos filhos, agradeceu a evocação e acredita que, “passe o tempo que passar”, Fausto Correia vai continuar a ser sempre lembrado com carinho por todos os amigos que o acompanharam ao longo da vida.

No mesmo dia, também a Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol (ACC-OAF) recordou Fausto Correia. “Um homem de Coimbra, da Briosa, um defensor de causas e valores que se notabilizou em diversas áreas. Um homem que estará para sempre ligado à História da Académica”, escreveu a AAC-OAF na sua página do facebook.

Recorde-se que, além de deputado ao Parlamento Europeu, Fausto Correia foi líder distrital do PS/Coimbra, secretário de Estado, autarca, administrador da RDP e da agência Lusa e presidente da AAC/OAF. Esteve também muito ligado, desde criança, a “O Despertar” e sempre viveu intensamente este projeto editorial. Quando faleceu, a 9 de outubro de 2007, era o seu Diretor.