Coimbra: “Caminhada Azul” sensibiliza para a prevenção da Diabetes

/, Coimbra, Saúde/Coimbra: “Caminhada Azul” sensibiliza para a prevenção da Diabetes

O Dia Mundial da Diabetes, que se comemora na próxima terça feira, 14 de novembro, vai ser assinalado em Coimbra com um programa que inclui diversos rastreios, uma caminhada e uma degustação de alimentos saudáveis. Sensibilizar para a prevenção é o grande objetivo deste evento, organizado pela Delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), Unidade de Cuidados na Comunidade Norton de Matos (UCCNM) e União de Freguesias (UF) de Coimbra.

Esta ação de sensibilização decorre, a partir das 9h30, no Mercado do Calhabé, onde a FPC dispõe de umas instalações que lhe foram cedidas pela UF de Coimbra. É aí que se concentrarão todos os participantes da “Caminhada Azul”, um evento desportivo que começa às 10h00 e que conta com um percurso acessível a todos, de cerca de dois quilómetros, pelas ruas envolventes ao Mercado.

Durante a apresentação do programa, Marina Montezuma, da ESEnfC, destacou o facto de ser um percurso “ligeiro”, com pequeno grau de dificuldade, de forma a que seja facilmente percorrido por todos os participantes, incluindo os de mais idade. Em termos de duração, não deverá ultrapassar os 30 a 40 minutos.

Antes e depois da caminhada, decorrem rastreios ao peso, altura, pressão arterial e glicemia e ainda medição do perímetro abdominal. Será também disponibilizado um questionário aos participantes, de forma a analisar o risco de virem a desenvolver a doença

O programa termina com uma degustação saudável, coordenada pela nutricionista Ana Carvalhas, que vai demonstrar a todos como é possível comer bem salvaguardando a saúde. “Sendo a diabetes uma doença que decorre de erros alimentares, importa sensibilizar a comunidade para a sua prevenção e para a importância de optar por uma alimentação saudável”, sublinhou.

O presidente da Delegação Centro da FPC, Polybio Serra e Silva, traçou um quadro preocupante sobre a prevalência da diabetes a nível mundial, doença que afeta cerca de “90 por cento da população que tem problemas cardiovasculares”. A nível nacional, deu conta da existência de 500 mil diabéticos, surgindo uma média de 25 mil novos casos por ano. A doença é também preocupante na infância, registando-se cerca de 300 mil novos casos de diabetes por ano em todo o mundo.

O facto de se ser diabético dá-nos logo a garantia que se trata de um indivíduo de alto risco e que, dentro de dez anos, pode ter um problema cardiovascular”, sublinhou, acrescentando que a prática regular de exercício físico é fundamental nesta questão da prevenção.

A “Caminhada Azul”, que conta já com a adesão de mais de 60 pessoas, sobretudo membros do Programa de Iniciação à Atividade Física e do projeto “Anos de Vida Q(qualidade)”, pretende sensibilizar precisamente para essa questão, ao mesmo tempo que promove o convívio e o envelhecimento ativo e saudável. Todas as ações são gratuitas e abertas à comunidade.

Maria Clara Lopes, coordenadora da UCCNM, enalteceu esta união de parcerias que resulta na promoção de um programa que visa um “envelhecimento de sucesso”, através da união da “alimentação com o exercício físico”.

O presidente da UF de Coimbra, João Francisco Campos, sublinhou a importância do evento para a população local, na sua maioria “muito envelhecida”. Assegurou ainda que o atual executivo, tal como sucedeu com o anterior, está disponível para colaborar com todas as atividades que sejam dinamizadas naquele espaço e que contribuam para o bem estar e para a saúde das pessoas.