Postes da rede de tração elétrica dos troleicarros substituídos

/, Coimbra/Postes da rede de tração elétrica dos troleicarros substituídos

Trinta postes da rede de tração elétrica dos troleicarros começaram a ser substituídos, no início da semana, intervenção que visa garantir a total funcionalidade e segurança do serviço.

A obra foi adjudicada pelo Conselho de Administração dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) à empresa Helenos S.A., pelo valor de 60.872,75 euros (+ IVA), nos termos previstos pelo Código dos Contratos Públicos.

Em nota divulgada, o Município de Coimbra explica que a necessidade de intervenção em 30 postes da rede de tração elétrica foi detetada “após um levantamento efetuado pelos SMTUC e de uma análise mais detalhada realizada pelo Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ)”.

Esta intervenção prevê a montagem de postes novos, para substituição dos degradados, e também a ligação do cabo de terra de proteção com isolamento, o fornecimento dos elementos mecânicos necessários à sustentação da rede, a execução de anel argamassa na base do poste e a realização de todos os trabalhos de regularização do pavimento na zona envolvente do poste.

Este é mais um investimento que o Município faz na rede de transportes públicos. Anualmente gasta cerca de nove milhões de euros para assegurar o custo social dos transportes, permitindo, assim, que o valor que os utentes pagam se mantenha inferior ao custo real das viagens.

A Câmara de Coimbra tem vindo também a apostar na renovação da frota dos SMTUC, desde o mandato 2013-2017, que se traduziu num reforço de 30 veículos durante esse período, o que corresponde a um investimento municipal de 3,3 milhões de euros. A lista de aquisições inclui 10 autocarros novos, 10 autocarros usados, 2 miniautocarros híbridos, 1 viatura de transporte de pessoas com mobilidade reduzida e 7 miniautocarros. Um esforço que permite apresentar atualmente uma frota dos SMTUC composta por 141 autocarros com uma média de idades de 13 anos.