Novos médicos prestaram juramento de Hipócrates

/, Saúde/Novos médicos prestaram juramento de Hipócrates

Lutar pela humanização dos cuidados de saúde” foi o desafio que o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, lançou aos 358 novos profissionais que, no domingo, fizeram o seu juramento de Hipócrates, em Coimbra.

O responsável falou para um auditório repleto que, pela primeira vez em Portugal, prestou o novo Juramento de Hipócrates, aprovado em outubro pela Associação Médica Mundial. Trata-se de um novo documento que, de acordo com o bastonário, traz “vantagens” e que está “adaptado ao exercício da medicina atual”.

Nesta cerimónia, Miguel Guimarães incentivou os jovens médicos a criar uma “relação de empatia com os doentes, que poderá evitar, por vezes, alguns exames complementares ou terapêuticas”, porque a “relação médico-doente é o primeiro ato, aquele em que começa a qualidade do que se irá fazer a seguir”.

Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), destacou as alterações ao milenar juramento de Hipócrates, que agora se foca, também, “na autonomia do doente e no bem-estar do médico”, colocando o doente “no centro de todas as preocupações”.

A oração de sapiência da cerimónia ficou a cargo de Maria de Belém Roseira, ex-ministra da Saúde, que abordou o tema “Vinculação, o agir profissional e valores”.