Pais Natal motards solidários com instituições de Coimbra

/, Coimbra/Pais Natal motards solidários com instituições de Coimbra

Centenas de Pais Natal Motards vão percorrer, no sábado, as ruas de Coimbra, num desfile que vai levar a solidariedade e a magia do Natal a algumas instituições e coletividades da cidade. Realizado há mais de 20 anos, este evento pretende, acima de tudo, transmitir uma mensagem de esperança e alegria a quem vive com maiores dificuldades.

A Comunidade São Francisco de Assis, a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) e o Centro Social da Adémia são as três entidades que vão receber, no sábado, a visita de centenas de Pais Natal motard, carregados de prendas mas, também, de muita alegria e carinho para distribuir pelos utentes destas instituições.

Promovido pelo Mototurismo do Centro, envolvendo vários motoclubes da região, este evento realiza-se há mais de 20 anos e procura, como explica Olga Simões, “levar uma mensagem de apoio, carinho, paz, amor e saúde que ajude a ultrapassar as dificuldades do dia a dia”. A vice-presidente do Mototurismo do Centro enaltece a “onda de solidariedade” que se cria em torno deste desfile solidário, sendo muitos os donativos que são entregues por pessoas que, não sendo motards, não integram o percurso mas fazem questão de contribuir com os seus donativos, bens que vão ser distribuídos no sábado por centenas de Pais Natal.

Bens alimentares, brinquedos e vestuário são alguns dos artigos que vão “aquecer” o Natal dos utentes destas instituições, sobretudo da Comunidade São Francisco de Assis, instituição que, de acordo com Olga Simões, será a que receberá “a maior parte dos donativos, uma vez que é a que se depara com maiores dificuldades financeiras”.

Este desfile é aberto a todos aqueles que se queiram associar, devendo vestir-se de Pai Natal ou trazer alguma peça associada a esta figura, como um gorro. A inscrição decorre até ao final do dia de hoje (7 de dezembro), através do telemóvel 919 638 245, e tem um custo de 10 euros, que equivale ao valor do almoço, que decorre no Centro Social da Adémia, revertendo o total da receita para aquela coletividade.

As inscrições prendem-se apenas com “questões logísticas” associadas ao almoço, podendo associar-se ao desfile quem quiser, bastando que apareça no sábado. De acordo com Olga Simões, na terça feira, as inscrições aproximavam-se já dos 200 motards, número que deverá subir bastante, uma vez que, como explica, “vários grupos já manifestaram interesse em associar-se”.

O desfile começa, às 9h00, na Praça da República, onde se vão concentrar os Pais Natal motards. Daí segue pela Rua Oliveira Matos, Rua Castro Matoso, Alameda Dr. Júlio Henriques, Rua dos Combatentes da Grande Guerra, Rua do Brasil, Avenida Emídio Navarro, Rua Ferreira Borges, Rua Visconde da Luz, Rua da Sofia, Rua João Machado, Avenida Fernão de Magalhães, Rua Cidade de Poitiers, Rua Cidade de Fez, Rua Cidade de Cambridge, Rua da Liberdade, Rua Vale de São Miguel e Rua Cruz do Vale do Seixo. É aí, na Comunidade São Francisco, que decorre a primeira paragem. Os motards seguem depois para S. Silvestre, onde são esperados na APPACDM. Daí continuam para o Centro Social da Adémia, onde os espera um almoço convívio e uma tarde cheia de animação. A festa termina por volta das 16h30.