FPC: “Projeto Salva Vidas” apoia novas instituições da região Centro

/, Saúde/FPC: “Projeto Salva Vidas” apoia novas instituições da região Centro

O “Projeto Salva Vidas”, uma campanha pública de âmbito nacional de sensibilização para a morte súbita, acaba de abraçar duas novas instituições da região Centro. Lançado pela Fundação Portuguesa de Cardiologia, em parceria com a Senilife e os hipermercados Jumbo, estende-se agora, no âmbito do Dia Mundial da Saúde (que se comemorou sábado), à Associação Académica de Coimbra, no Jumbo de Eiras, em Coimbra, e à Universidade de Aveiro, no Jumbo do Glicínias Plaza.

No âmbito desta campanha, que começou no sábado e termina amanhã (14 de abril), está a ser promovida uma ação a nível nacional. As pulseiras estão à venda nas caixas de todos os hipermercados Jumbo do país, revertendo para as muitas instituições já envolvidas.

A Delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia recorda que no Jumbo do Alma Shopping, em Coimbra, a venda das pulseiras vai beneficiar o Olivais Futebol Clube.

O “Projecto Salva Vidas” consiste na aquisição das “Pulseiras Salva Vidas” nas Parafarmácias dos hipermercados Jumbo (Espaços Saúde e Bem-Estar), pelo valor simbólico de dois euros. Por cada grupo de 1500 vendidas as entidades promotoras do projeto oferecem um kit salva-vidas, composto por um desfibrilhador ZOLL com reanimação de alta qualidade e respetiva formação em Suporte Básico de Vida com Desfibrilhação Automática Externa e primeiros-socorros, a uma entidade identificada desde o início das vendas das referidas pulseiras.

Atualmente a morte súbita mata cerca de 10 mil portugueses todos os anos. Em Portugal o número de desfibrilhadores, um dos instrumentos mais eficazes de combate a esta problemática de saúde pública, é de cerca de um para cada 10 mil habitantes.