Casa dos Pobres de Coimbra e Café Santa Cruz de parabéns

/, Coimbra/Casa dos Pobres de Coimbra e Café Santa Cruz de parabéns

A Casa dos Pobres de Coimbra e o Café Santa Cruz estão de parabéns, tendo ambos completado mais um aniversário na terça feira, 8 de maio.

A Casa dos Pobres celebrou 83 anos, uma vida longa para uma instituição que, desde a sua fundação, em 1935, tem vindo a desenvolver um trabalho muito meritório a favor da população menos favorecida, sendo muito acarinhada pela cidade.

Com instalações na Quinta do Cedro, em S. Martinho do Bispo, e escritório no Largo do Romal, na Baixa de Coimbra, a Casa dos Pobres assinalou este aniversário de forma simbólica, com um programa que procurou envolver toda a equipa e os utentes. Começou com a habitual romaria aos cemitérios, numa homenagem aos dois últimos presidentes, Augusto Correia e Aníbal Duarte de Almeida, seguindo-se a celebração de missa e o habitual almoço de “Os Românticos”, onde não faltou o cantar dos parabéns e o cortar do bolo. A tarde foi de convívio e confraternização para todos os utentes e colaboradores, num ambiente de festa e, acima de tudo, como sublinha a presidente da instituição, Maria Luísa Carvalho, “de muito calor humano”.

A funcionar na sua “lotação máxima”, acolhendo atualmente 63 utentes, a Casa dos Pobres precisa urgentemente de alargar as suas instalações, encontrando-se o projeto, segundo a presidente, “na fase dos procedimentos, dos licenciamentos, o que tem os seus tempos próprios”.

Gostaríamos muito que fosse possível começar rapidamente as novas instalações, para podermos acolher quem nos procura. Neste momento é dramático aquilo que vivemos aqui todos os dias”, alerta Maria Luísa Carvalho, dando conta que a lista de espera deve “ultrapassar em muito as 400 pessoas”.

É uma lista de espera inúmera. Todos os dias nos chegam mais pedidos. As necessidades são muitas, muitos dos nossos idosos não têm como pagar o custo de um lar normal e recebemos aqui muitos apelos dramáticos, aos quais não temos como dar resposta”, frisa. Espera, por isso, que o processo do alargamento das instalações “corra rápido”, para poderem “procurar financiamento, começar a obra e responder o mais depressa possível a quem precisa dos nossos serviços”.

Café Santa Cruz completa 95 anos

De parabéns está também o Café Santa Cruz que, no mesmo dia, completou 95 anos. O emblemático e histórico café é um ícone na Baixa de Coimbra, assumindo-se como um palco de vivências e estórias de tantas e tantas gerações. Corria o ano de 1923 quando o “luxuoso café” se apresentou à cidade, abrindo portas ao público a 8 de maio, precisamente no mesmo dia que dá nome à praça onde se encontra situado, em pleno “coração” da Baixa de Coimbra. Noventa e cinco anos depois mantém-se com todo o seu dinamismo, fruto de muito trabalho e dedicação das sucessivas equipas que abraçaram este projeto.

Desta vez, este aniversário foi celebrado antecipadamente, a 20 e 21 de abril, com o Encontro Internacional de Cafés Históricos Europeus, um grande evento promovido pelo Santa Cruz, que muito dignificou não só este café histórico de Coimbra como todos os cafés históricos europeus que se orgulham de ter em comum a longevidade mas, acima de tudo, de se afirmarem nas regiões onde estão inseridos como palco de memórias e espaço de afetos que continuam a marcar tantas gerações.