Casa do Chá vandalizada

/, Coimbra/Casa do Chá vandalizada

A Casa do Chá, no Jardim da Sereia, em Coimbra, foi vandalizada. Uma semana depois de as paredes terem sido pintadas, o edifício foi alvo de mais um grafite. Helena Albuquerque, presidente da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadãos Deficiente Mental (APPACDM) de Coimbra, defende que “está na hora de agir” e deixa “um apelo público à população de Coimbra e, em particular, aos órgãos policiais cuja função deve ser a de vigiar e preservar o património de todos, para que atos de vandalismo como este (…) não voltem a acontecer”.

O edifício da Casa de Chá tem sido alvo de pichagens constantes, uma prática que se tem vindo a intensificar desde há dois anos e que se “agravou ainda mais no último ano”. Em abril de 2017, um grupo de voluntários do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC) ajudou a limpar as paredes, que ressurgiram vandalizadas pouco tempo depois. Agora, uma semana depois de uma nova ação de limpeza, uma vez mais protagonizada por voluntários do ISEC, uma das paredes volta a aparecer grafitada. O local será, novamente, alvo de uma pintura, desta vez ao encargo da própria instituição, que irá despender perto de 1.000 euros para a sua limpeza.