Gastronomia, artesanato e música na Praça de Cabo Verde

/, Coimbra/Gastronomia, artesanato e música na Praça de Cabo Verde

Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste são os oito países que estão representados no “Sons, Saberes e Sabores da Lusofonia”, evento inédito que a Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais está a promover, até amanhã (7 de julho), na Praça de Cabo Verde, no Bairro Norton de Matos, em Coimbra.

Durante a abertura deste certame, que decorreu anteontem, o presidente da Junta, Francisco Andrade, congratulou-se com “a diversidade cultural” e com o “espaço de convívio e partilha” ali proporcionado, que privilegia e mostra a cultura e as tradições de vários países que partilham a língua portuguesa.

Francisco Andrade recorda que este encontro se assume também como uma forma de “a Junta conhecer melhor esta comunidade que tem crescido muito na cidade e no país”, mostrando-lhes que “está disponível para as apoiar e ajudar naquilo que precisarem”.

Foram instaladas na Praça de Cabo Verde várias tendas, onde estes países lusófonos apresentam as suas artes e ofícios, os sabores típicos e a música, num programa que integra também tertúlias, encontros, visitas, entre outras iniciativas.

O evento reabre às 17h00 e do programa de hoje destaque para o encontro com a escritora e contadora de histórias de S. Tomé, Olinda Beja (17h30), e para a assinatura do protocolo com a Casa de Angola, Associação IUNA e Associação Maense em Portugal (19h00). Para além da animação musical, há danças afro-latinas, com a Tribo Dança.

Amanhã, último dia, abre às 12h00, estando marcada a receção ao corpo diplomático para as 15h00. Segue-se, uma hora mais tarde, a tertúlia “As literatura(s) de língua portuguesa nas margens do Atlântico e do Índico” e a visita guiada à pintura de Lótus Chung e ao “Projeto Palavra Pintada – Arte em T-shirt e em calçado desportivo”, de Élia Sofia Ramalho, na tenda de Timor-Leste.

O “Sons, Saberes e Sabores da Lusofonia” termina com um Sarau Multicultural, que vai juntar, a partir das 21h00, na escola, na Praça Infante D. Henriques, música, dança, poesia e moda.

Todo o programa é aberto à comunidade e tem acesso gratuito. Esta é uma realização conjunta da Junta de Freguesia, Casa de Angola em Coimbra, Organização da Mulher Moçambicana, Associação dos Estudantes Angolanos, Associação Maense em Portugal, Associação dos Pesquisadores e Estudantes Brasileiros em Coimbra, Comunidade de Timor-Leste, Associação IUNA e Comunidade de Cabo Verde. Conta com os apoios do Licor Beirão, Práxis e Kamartelo Bar.