Noites Temáticas voltam a animar a Baixa durante o verão

/, Coimbra/Noites Temáticas voltam a animar a Baixa durante o verão

O Festival (in)Comum, o fado, os enigmas e o jazz são as propostas das quatro Noites Temáticas que vão animar a Baixa de Coimbra de julho a outubro, sempre na última sexta feira de cada mês. Promovido pela Agência para Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), este programa procura “complementar e reforçar a programação de verão” dinamizado pela Câmara Municipal, contribuindo para “uma maior atratividade da Baixa enquanto polo comercial, cultural e espaço de lazer”.

Durante a apresentação do evento, que decorreu na sexta feira, nas instalações da Rádio Baixa, na Rua Eduardo Coelho, o presidente da APBC, Vítor Marques, congratulou-se com “os novos negócios e novos empresários” que têm sido acolhidos na Baixa e que “veem neste território a possibilidade de acolherem novos projetos”. Considera que “é importante que a atividade comercial seja diversificada”, de forma a que seja possível combater “os problemas da sazonalidade”, e espera que, com esta “atividade distinta” que começa a sobressair no centro da cidade e com estes programas de animação que a APBC e outras entidades vão desenvolvendo nesta área, seja possível “fazer com que as pessoas venham à Baixa nos 365 dias do ano”.

As Noites Temáticas surgem também com esse objetivo. O programa abre a 27 e 28 de julho, com a realização da segunda edição do Festival (in)Comum, dinamizado em parceria com a associação Lugar Comum e que, pela primeira vez, terá a duração de dois dias. De acordo com Ricardo Jerónimo, da associação, esta edição surge “mais ampliada e com mais oferta”, continuando a privilegiar a música independente, que vai voltar a “invadir” vários estabelecimentos comerciais, mas aposta também na projeção de documentários, nos showcases acústicos, no serviço educativo, numa emissão de rádio online, num debate e num concerto no Centro de Artes Visuais. Com a exceção do serviço educativo, que se dirige a crianças dos seis aos 12 anos, mediante inscrição, todas as atividades são de acesso livre e gratuitas.

As Noites Temáticas continuam depois a 31 de agosto, com o fado a tomar conta das ruas e largos da Baixa, em atuações de curta duração que estão inseridas em roteiros que levam as pessoas a descobrir este espaço da cidade de uma forma diferente. Nessa noite, a APBC conta, uma vez mais, com a colaboração dos diversos grupos de fado da cidade.

Depois do fado vêm os enigmas, a 28 de setembro, uma noite que, face ao sucesso registado no ano passado, se aguarda muito divertida e emocionante. Programada com o apoio da Coimbra Brainmaze e Puzzle Room, duas empresas de jogos de fuga, essa noite vai ter vários enigmas à espera de resolução nos espaços e estabelecimentos comerciais que aderirem à iniciativa. Todos são convidados a vir à Baixa nessa noite e, em equipas de dois a cinco elementos, a aceitarem o desafio que lhes for lançado.

As Noites Temáticas chegam ao fim a 26 de outubro, ao som do jazz, numa parceria com o Jazz ao Centro Clube. A música jazz vai espalhar-se por todos os recantos da Baixa, enriquecendo assim o programa dos Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra.

Vítor Marques desafiou “todas as pessoas – população e comerciantes – a colaborar e a ajudar na execução das ideias que vão chegando à APBC” e que têm como “último beneficiário o centro histórico de Coimbra”. No seu entender, essa ajuda pode passar pelo manter dos estabelecimentos comerciais abertos em horário alargado no dia das realizações ou pela simples ajuda na promoção dos eventos que vão sendo realizados, sempre com o objetivo de trazer mais pessoas à Baixa e de tornar esta área mais dinâmica e atrativa.