Mesas da Bairrada ao Mondego e Terras da Chanfana já estão na final

/, Região/Mesas da Bairrada ao Mondego e Terras da Chanfana já estão na final

As mesas “Terras da Chanfana” e da “Bairrada ao Mondego” já estão na final do concurso “7 Maravilhas à Mesa”, que pretende eleger “alguns dos patrimónios mais apreciados pelos portugueses: a gastronomia associada aos vinhos e a roteiros turísticos”.

Depois da “Mesa Terras da Chanfana” ter sido eleita pelos portugueses logo na primeira gala, este domingo foi a vez da “Mesa da Bairrada ao Mondego” passar também à final, estando assim a região muito bem representada na final deste concurso, cujos vencedores são conhecidos a 16 de setembro, com a grande finalíssima a decorrer em Albufeira, no Algarve.

Promovida pela AD ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego, a candidatura “Mesa da Bairrada ao Mondego” une seis municípios – Cantanhede, Figueira da Foz, Mealhada, Mira, Montemor-o-Velho e Penacova – e aposta em “sete patrimónios”, nomeadamente Sardinha na Telha (petiscos), Arroz (Carolino do Baixo Mondego) de Lampreia (peixe e mariscos), Leitão à Bairrada (carne e caça), Espumante Branco Bruto Marquês de Marialva Baga Blanc de Noir 2015 (espumantes), Vinho Tinto Marquês de Marialva Baga Reserva 2014 (tintos), Castelo de Montemor-o-Velho (património histórico, cultural e natural) e o Bussaco/Luso (experiências únicas).

Na base da candidatura da AD ELO esteve o propósito de apresentar uma proposta gastronómica e patrimonial, reconhecida localmente e por quem visita a região, que representasse um território tão vasto, diverso e rico como o dos seis municípios que vão do Litoral ao Interior serrano. “Os sete patrimónios a concurso resultam de uma seleção harmoniosa, traduzida numa experiência inesquecível de sabores, tradição e cultura”, realçam os responsáveis por esta candidatura, que conta com o apoio técnico do chef Luís Lavrador e com a parceria dos seis municípios que a compõem, Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, Adega Cooperativa de Cantanhede, Fundação Mata do Bussaco e Alexandre de Almeida Hóteis – Hotel Palace do Bussaco.

A “Mesa das Terras da Chanfana” une também quatro municípios da região – Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares – e enaltece os recursos gastronómicos e patrimoniais deste vasto território.

Mesa Terras da Chanfana

10Mais do que uma candidatura a um concurso de televisão, trata-se de um “projeto territorial que une quatro concelhos em torno de um denominador comum, de uma identidade em que os valores patrimoniais gastronómicos se assumem como recursos a preservar e a valorizar e enquanto fatores de atratividade do território, captando o interesse de visitantes e turistas”, realça a Dueceira – Associação e Desenvolvimento do Ceira e Dueça, responsável pela candidatura.

Estas duas mesas vão, portanto, disputar um lugar no pódio das “7 Maravilhas à Mesa”. Recorde-se que a concurso estão 49 pré-finalistas, divididas pelas sete galas, sendo que em cada uma são apuradas duas finalistas, num total de 14.

A “Mesa de Vila Real”, a “Mesa de Bragança”, a “Mesa de Vila de Frades” e a “Mesa Lajes do Pico” são as restantes mesas que também já passaram à final deste concurso. As oito mesas que faltam para completar o grupo de 14 que vai estar na grande final vão ser eleitas nas próximas quatro galas (duas por evento), que decorrem domingo (Alijó), 19 de agosto (Odemira), 26 de agosto (Tomar) e 2 de setembro (Lagoa), sendo transmitidas em direto pela RTP1.

As votações reabrem a 9 de setembro e a grande final decorre uma semana depois, no dia 16, das 21h00 às 23h00, na Praça da Praia dos Pescadores, em Albufeira.