Festas de S. Mateus mostram dinamismo e tradições de Soure

/, Região/Festas de S. Mateus mostram dinamismo e tradições de Soure

História, tradição e modernidade continuam a marcar as festas de S. Mateus, que vão animar o concelho de Soure a partir de quinta feira (20 de setembro). Com um cartaz musical recheado, as festas continuam a manter todos os seus eventos emblemáticos, desde as feiras de cariz tradicional à moderna FATACIS, envolvendo todas as “forças vivas” nesta realização que, até à terça feira seguinte, deve atrair ao Município mais de 100.000 visitantes.

Se o tempo ajudar, Soure deve receber mais de 100.000 visitantes durante as festas de S. Mateus. Mário Jorge Nunes, presidente da Câmara Municipal de Soure, acredita que, de 20 a 25 de setembro, de quinta a terça feira, todos os caminhos irão estar direcionados para este Município, que vive aquelas que são as suas maiores festas anuais, celebrações fortemente marcadas pela tradição e que atraem visitantes de todo o país.

Conhecida como a “festa da família sourense”, o S. Mateus de Soure mantém essa particularidade de, durante vários dias, promover o ansiado reencontro festivo entre familiares e amigos. “É habitual a família sourense que está na diáspora, seja em território nacional ou no estrangeiro, guardar alguns dias de férias para vir a Soure no S. Mateus, ponto de encontro de excelência de amigos e familiares”, realça o presidente.

Mário Jorge Nunes recorda que o S. Mateus é a “grande festa do concelho”, onde “todas as forças vivas” estão envolvidas, mostrando as tradições e o dinamismo do Município. “O S. Mateus tem mais de um século de história e é um dos eventos mais tradicionais da região. Assim sendo, é nossa preocupação inovar e melhorar, mas assegurando sempre que a tradição se mantém, nomeadamente graças a este conceito de feira franca, que tanta diversidade reúne”, realça o autarca.

Temos um programa abrangente e de grande qualidade. Juntamos a animação, os concertos, as feiras tradicionais, a mostra das nossas freguesias e a FATACIS para celebrar o S. Mateus e, apostando na mesma filosofia que nos tem caracterizado, se não chover durante esses dias, contamos receber em Soure mais de 100.000 visitantes”, continua o presidente.

Cerca de 200 expositores na FATACIS

As tradicionais feiras das cebolas, da madeira, dos artigos do lar e têxteis, das nozes e das freguesias são algumas das atrações destas festas que contam ainda com outra grande realização – a FATACIS: Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria, que vai reunir, no Espaço Multiusos Soure 1111, cerca de 200 expositores.

Tal como tem sucedido nos últimos anos, o S. Mateus é uma organização conjunta da Câmara e da Associação Empresarial de Soure (AES) que conta com iniciativas que se espalham por toda a vila. Enquanto a autarquia assume a responsabilidade pelas festas e feiras tradicionais, a AES fica responsável pela FATACIS, certame que tem vindo a crescer de ano para ano, afirmando-se como uma das grandes montras do que há e se faz no concelho e região.

De acordo com Mário Jorge Nunes, o espaço onde decorre este certame tem capacidade para cerca de 200 expositores, estando “esgotado há já várias semanas”, o que testemunha bem a importância que os empresários lhe conferem.

O presidente da Câmara Municipal de Soure considera que, a escassos dias do início das celebrações, “está tudo pronto para que estas sejam umas grandes festas. “São as nossas grandes festas concelhias, onde envolvemos todo o concelho, desde a população, às juntas de freguesia, coletividades, instituições e empresas dos mais variados setores. Esperamos que todos venham a Soure durante as festas e se divirtam no S. Mateus”, convida.