Tunas animam amanhã Baixa de Coimbra

/, Coimbra/Tunas animam amanhã Baixa de Coimbra

Cerca de 100 músicos participam amanhã (15 de setembro) no Encontro de Tunas Populares. Promovido pela Associação Cultural e Recreativa de Coimbra (ACRC), em parceria com a Câmara Municipal e Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra, este evento decorre, a partir das 22h00, na Praça 8 de Maio.

Este é o segundo de três espetáculos que a associação promove neste mês de setembro. O programa abriu, no dia 1, com uma noite de dança, segue agora com as tunas e encerra, no dia 22, com um Encontro de Concertinas.

Centenas de pessoas participam nestes eventos que atraem à Baixa muitos visitantes, contribuindo para a revivificação do centro histórico nestas noites de verão.

Tuna Mista do Areeiro (anfitriã), Tuna Mouronhense e Tuna e Cantares da Misericórdia de Alvaiázere são as três tunas que vão animar a noite de amanhã, envolvendo cerca de uma centena de músicos.

O programa continua no dia 22, com o Encontro de Concertinas, que vai juntar mais de uma centena de concertinistas na Baixa. Concertinas de Coimbra (anfitrião), São João da Pesqueira (Viseu), Sons e Tradições do Alva (Oliveira do Hospital), Forno Musical (Celorico da Beira), Concertinas da Barrenta (Ourém), Concertinas de Vila Nova Oliveirinha (Tábua), Concertinas de Dornes (Ferreira do Zêzere) e Grupo Foles e Cantyorias (Coimbra) são os oito grupos que vão animar esta última noite.

Durante a apresentação do evento, Afonso Lázaro Pires, presidente da ACRC, assegurou que o público vai poder assistir a “três grandes espetáculos na Baixa”, que dão a conhecer o trabalho que a associação desenvolve e também o que é feito por outros grupos a nível nacional.

Integrado no evento “Noites de Música no Coração da Baixa de Coimbra”, este programa assegura três noites de festa e animação. Afonso Lázaro Pires considera que estão “reunidas as condições para uma grande animação na Baixa de Coimbra” e defende que, desta forma, a ACRC e as entidades envolvidas, dão também o seu contributo para que “seja possível a reabilitação deste grande centro comercial”, ao mesmo tempo que presenteiam os muitos turistas que visitam a cidade com a animação cultural e tradicional que se faz em Coimbra.